Segunda-feira, 02 de Agosto, 2010

Familiares, amigos, companheiros, cibernautas que nos acompanham nesta cruzada,

 

Comecamos por explicar porque so agora escrevemos/actualizados o nosso blog. Tem sido mts kms, mtas estradas, mts paise e experiencias q nem sempre nos permitem aceder com tempo a internet.

 

Vamos assim tentar resumir os nossos primeiros 10 dias desde a partida do porto no dia 23 Julho.

 

 

23 Porto - Zaragoza

Saimos dos Clerigos c mtas despedidas e reportagem da RTP. Nao foi possivel chegarmos a Barcelona visto a Kangoo andar a uns miseros 101 km/h. Talvez nas descidas conseguimos os 102 e nas subidas uns tristes 70.... A noite tivemos o primeiro incidente da viagem.. Lu a fechar a porta qdo a Guida solta do fundo dos seus pulmoes um verdadeiro grito de guerra. Os dedos estavam la. Nada de grave, apenas uma nodoa negra.

 

 

 

24 Barcelona / Lyon

Despertamos as 6.30AM em direccao da largada do Rally em Barcelona. Com alguns contratempos a entrada da cidade, la chegamos, a tempo da cerimonia de abertura com pompa e circunstancia. Encontramos as outras equipas c especial alegria as portuguesas. Seguimos em caravana em direccao a Franca. Apos tentarmos + de 20 hoteis acabamos por decidir dormirmos no carro, foi a estreia do hotel Kangoo! E do primeiro emigrante Portugues por terras de la France... no Mc Donalds!

 

25 Konstanz

Pequena cidade do sul da Alemanha que nos acolheu especialmente bem, isto porque os pais da nossa companheira de viagem Luisa nos receberam. Nao ha melhor forma de conhecer uma cidade por intermedio dos locais. Grande hospitalidade e um grande obrigado a familia Fusi! Ainda deu tempo para um mergulho e umas bracadas junto da plataforma no lago de Konstanz.

 

26 Klenova Castle (Rep Checa)

Iniciamos a jornada com uma travessia de Ferry ao largo do lago de Kontanz. Almocamos junto a estrada e estreamos o nosso equipamento de campismo. Chegamos ao final da tarde junto ao castelo, ponto de encontro de todos os partuicipantes do rally Mongolia 2010. Mais de 300 equipas passaram por la. Fomos recebidos com um jantar e musica ao vivo em que a vocalista era brasileira! Ou seja, lingua portuguesa onde menos se espera...

 

 

27 Krakow (Poland)

Boas estradas e bom tempo ate agora, a entrada da Polonia fomos recebidos com um verdadeiro diluvio de agua ao mesmo tempo que recebiamos noticias de 40C em Portugal. Ficamos em casa do Arkadius San, amigo do Gi, que nos guiou pelas ruas de Cracovia encharcados, cansados e esfomeados. Experimentamos o prato tipico polaco, Pieroglis, uma especie de raviolis ou dumpligs recheados de vegetais.

 

28 Lviv Ucrania

Particimos ao final da manha apos termos dado uma volta pela praca emblematica de cracovia. Confiantes, deparamos nos com a greve de alguns polacos insatisfeitos que nos tardou 2 horas (em 30 km), mau tempo e ma qualidade das estradas. A fronteira aproximava se mas a noite prolongava-se. Ficamos hospedados no Hotel George no centro da cidade de Lviv. Um hotel c um pe direito gigante e decoracao do tipo casa da avo...

 

29  Kiev

Auto estradas cujas saidas desaguavam imediatamente em campos de batatas e permitia inversoes de marcha. Passadeiras de peoes e animais eram vulgares. Uma risota. Uma catrefada de policias prontos a disparar a pistolo de controlo de velocidade. O ganha pao por estas bandas...

Chegamos a mega cidade de Kiev, que desde logo nos surpreendeu pelo grandeza e modernidade. Fomos recebidos pelo sr agente que apenas nos queria ensinar que a sequencia de um semaforo ucraniano e GREEN YELLOW RED ao qual respondemos GREEN! Apos algumas tentativas infortiforas de buscar um poiso, surgiu um belo de um apartamento de luxo o qual podemos partilhar com a equipa Confusi. Era tao luxuoso, que ate tinhamos acesso RTP internacional. Foi lindo e maquina de lavar roupa!!!

 

30 Donestk

Confessamos que estavamos a espera de mais desta cidade. Tinham nos falado q o sul da ucrania era bem mais engracado, mas deparamo nos com uma cidade tao desorganizada que nem sinalizava a sua entrada. Por outro lado, a busca do Hotel foi simples. Era um pouco estranho, tinha clube com luzes vermelhas em baixo, hotel e supermercado e chamava se LIVERPOOL. Os Beatles estavam a porta...

 

31 Rostov-On-Don (Russia)

Pequeno almoco mau! Antes de passarmos a fronteira em direccao ao mar negro fomos cacados. A pistola do sr guarda disparou detras da arvore ao preciso momento que a nossa lenta Kangoo vinha embalada na super descida a 85 km/h. La pagamos 20 Euros e as meninas da Cruzada foram elogiadas pelos policias. 4 horas especados na fila da fronteira, e la entramos na mistica FEDERACAO RUSSA. Nao foi assim tao complicado, eles ate foram simpaticos. Eramos o 5 carro do Rally a passar naquele posto fronteirico. Rostov-on-Don foi apenas uma cidade de dormida.

 

1 Astrakhan

Foi o dia mais duro ate ao momento. Fizemos cerca de 800 kms ao longo do dia, no entanto encontramos a nossa menina de ouro.. um Hotel de 5 estrelas por um preco de um hostel com a campanha promocional FIQUE 2 NOITES e PAGUE 1! Vinha em boa altura pois comecamos a apresentar os primeiros sinais de fadiga.

 

2 Astrakan

Dia de descanso. Magnifico pequeno almoco e dormir ate mais nao. Oportunidade para uns ajustes mecanicos na Kangoo dado que apresentava uns efeitos sonoro nada confiantes. Problema resolvido era um parafuso empenado! Especial agradecimento a equip[a de mecanicos da Renault em Astrakhan KASPIUSGAZ. Tivemos direito a patrocinio e sessao fotografica... Teve q ser a Renault Russa a mostrar a sua solidariedade.....

1 tarde de passeio junto ao delta do rio volga, rio mais longo da europa... mergulhos e pic-nic junto a agua....

 

 

 

3 Still in progress....

 

 

 

 

 

 

publicado por portugal-mongolia às 20:18

Olá Margarida!
Tudo a correr bem. Lá tenho seguido a vossa aventura. O ano passado, por esta altura, passava o tempo a consultar o blog do meu filho que andou 15 meses ,sozinho, numa grande aventura num 2 cavalos da citroen. Partiu do estádio do Dragão e foi até Vladivostok. Também esteve na Mongólia.
Beijinhos para todos e muita força.
Fernanda, amiga e colega da tia Carolina
fernanda alves a 7 de Agosto de 2010 às 21:24


O nosso lógotipo


Onde estamos.
Portugal-Mongólia
Somos amigos desde a infância e partilhamos o gosto por viajar, o espírito de aventura, a vontade de conhecer novas culturas, e se a isto podermos associar uma prova de Rally e solidariedade torna-se fantástico! A equipa chama-se Cruzada Mongol e propõem-se a percorrer os caminhos entre Portugal e Mongólia. Trata-se de um Rally invulgar pois todos que participam são vencedores, desde as equipas até às organizações de caridade, que se unem com a finalidade de ajudar os mais necessitados da Mongólia. É o Rally da Mongólia edição 2010!

Objectivo:
- Ponto de partida/chegada: Porto/Ulaanbaatar
- Distancia prevista: 13.000 kms
- Conhecer no total 10 Países

As datas:
Partida do Porto: 23 de Julho
Chegada a Ulaanbaatar: 21 de Agosto
nas redes sociais
pesquisar
 
A organização
Parcerias


Patrocínios